cead20136

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Ácido fólico


O ácido fólico é uma vitamina do complexo B e é, também, conhecida pelos nomes folacina, folato, ácido pteroilglutâmico, vitamina M e vitamina B9.

Essa vitamina atua, juntamente com a B12, na transformação e síntese de proteínas. Além disso, auxilia a divisão celular – e, conseqüentemente no crescimento dos tecidos; formação e maturação de células do sangue (e, assim, pode evitar a anemia) e na produção de DNA e RNA, prevenindo câncer decorrente de mudanças nestes.

O ácido fólico, famoso entre futuras mamães, impede malformações do tubo neural do bebê, durante a gestação: anencefalia e espinha bífida (exposição da medula espinhal) e deformações, como lábio leporino. A ingestão desta vitamina cerca de três meses antes da concepção e durante os três primeiros meses de gravidez previne, cerca de 70%, o nascimento de criança com tais males e partos prematuros.

A vitamina exerce, ainda, um papel na prevenção de doenças cardiovasculares – inclusive combatendo a hemocisteína: aminoácido que está diretamente relacionado a tais patologias, a derrames e males degenerativos, como Alzheimer. Previne, ainda, nanismo e câncer de estômago, pulmão, intestino grosso, bexiga e colo de útero.

Além de pontuar a importância do folato em nossas vidas, é necessário apresentar algumas fontes deste: espinafre, aspargo, brócolis, vegetais de folhas verde-escuras, fígado, frutas cítricas, gema de ovo, levedo de cerveja, cenoura, champignon, ervilha, aspargo, arroz branco, abacate, feijão, tomate, lentilha, grão-de-bico e outros diversos alimentos possuem esta “maravilha da natureza”!

Vale lembrar que o cozimento prolongado destes alimentos pode destruir até 90% do conteúdo de ácido fólico.
www.mundoeducacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário