cead20136

domingo, 11 de setembro de 2016

Linfócitos


Colégio Estadual Dinah Gonçalves
email accbarroso@hotmail.com


Os linfócitos são glóbulos brancos formados em diversos órgãos do corpo cuja função é defendê-lo contra invasores, principalmente virais. Possuem receptores com função de identificar invasores e esta função somente é manifesta ao serem formados.
Podem ser:

Linfócito T: São formados no timo e responsáveis pela produção de anticorpos que ficam no sangue e pela imunidade celular. Os linfócitos T citotóxicos são conhecidos como linfócitos assassinos, pois destroem as células infectadas e não o agente invasor que as infectam. Os linfócitos T auxiliares ajudam os linfócitos T citotóxicos e estimulam os linfócitos B a produzir anticorpos.

Linfócito B: São formados na medula óssea, são responsáveis pela produção de imunoglobulinas que neutralizam os invasores (antígenos) especificamente. Estas se transformam em plasmoblastos que origina centenas de plasmócitos, esses tornam o organismo imune a uma nova invasão. Este processo é bem conhecido quando se fala em doenças como sarampo e catapora que uma vez contraídas não se manifestam mais.

Linfócito NK: São responsáveis pelas reações inespecíficas que ocorrem para destruir células invadidas.

Quando os linfócitos são produzidos de forma desordenada e descontrolada, como conseqüência de mutações ocorridas em seus genes, perdem a comunicação com o organismo e provocam uma doença maligna chamada linfoma ou câncer linfático que pode ser do tipo Hodgkin e do tipo Não-Hodgkin. A doença é considerada Hodgkin se constar no exame de biópsia diferentes tipos de células e considerada não-Hodgkin se constar no exame a presença de uma única célula ou um clone.
www.mundoeducacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário