cead20136

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Sistema Genital Masculino

Trata-se do sistema formado pelo conjunto de estruturas responsáveis por:

- Reprodução da espécie humana (gameta sexual masculino);

- Caracteres sexuais masculinos primários (genitália externa);

- Caracteres sexuais masculinos secundários (voz, quantidade e distribuição de pêlos,massa muscular, peso corpóreo,etc.).

Possui componentes pares e ímpares


Testículos

- São glândulas reprodutoras masculinas;

- Localiza-se no interior da bolsa escrotal, no sentido ântero-ínfero-medial;

- Na morfologia externa encontramos os pólos superior e o inferior; bordas anterior e a posterior; e, faces medial e lateral.

- Em média tem as dimensões: 5cm de comprimento; 2cm de largura, 3cm de espessura, além do peso de 12 gramas;

- São revestidas por uma túnica branco-azulada (albugínea testicular);

- Esta, forma na porção média da borda posterior (mediastino testicular);

- Daí vão partir septos para o interior do estroma testicular, dividindo-o em pequenas lojas de formato piramidal (lóbulos testiculares);

- No interior dos lóbulos encontramos de 1 a 3 túbulos seminíferos contorcidos, que irão dar origem aos ductos seminíferos retos;

- Estes, vão formar uma rede anastomótica, onde terão origem;

- Ao se unir, formarão o ducto epididimário;

- O testículo esquerdo normalmente tem implantação mais baixa que o direito;

- No interior dos lóbulos encontramos de 1 a 3 túbulos seminíferos contorcidos, que irão dar origem aos ductos seminíferos retos;

- Estes, vão formar uma rede anastomótica, onde terão origem;

- Ao se unir, formarão o ducto epididimário;

- O testículo esquerdo normalmente tem implantação mais baixa que o direito;

- Produzem espermatozóides e hormônios;

- Os espermatozóides originam-se das espermatogônias (células situadas nas camadas mais externas dos túbulos seminíferos contorcidos);

- Os hormônios masculinos provém de aglomerados de células (células intersticiais), localizadas no tecido conjuntivo frouxo entre os dutos seminíferos.

Epidídimo

- Alongados e em forma de “C”,curvado sobre o pólo superior e a borda posterior do testículo;

- A parte mais anterior e superior é dilatada e representa a cabeça do epidídimo, que se relaciona inferiormente com o pólo superior do testículo;

- O corpo do epidídimo, trata-se da porção mais longa e que mantém relação com com a borda posterior do testículo ;

- A cauda do epidídimo e a extremidade mais inferior e afilada.

- Na porção caudal o ducto do epidídimo aumenta de espessura e diâmetro,e, continua-se com o ducto deferente.

- É a primeira estrutura de dutos que transportam espermatozóides;

- Sua musculatura lisa se contrai quando há a ejaculação.

Ductos Deferentes

- Trata-se da continuação do ducto do epidídimo;

- Termina quando une-se com o ducto da vesícula seminal;

- Tem caráter cordoniforme; tem uma camada muscular bastante espessa;

- Desde a cauda do epidídimo até o ducto da vesícula seminal dividi-se em epidídimo:

# testicular, # funicular, # inguinal, # pélvico, e, # ampolar

Obs.: a vasectomia se procede ao nível do epidídimo- testicular ou funicular.

Funículo ou Cordão Espermático

- Formado pelo conjunto de estruturas que acompanham os testículos, na descida da cavidade abdominal até a bolsa escrotal;

- Formado por: # ducto deferente; # artéria e veia deferencial, # artéria testicular, # plexo venoso pampiniforme, # vasos linfáticos, e, # nervos autônomos.

- Esses elementos são envoltos pelo músculo cremaster , fáscia cremastérica e fáscias espermáticas externa e interna.

Obs.: a varicocele é originada da dilatação varicosa do plexo venoso pampiniforme.

Ductos Ejaculatórios

- Formam-se logo acima da base da próstata pela união dos ductos das vesículas seminais com as extremidades dos ductos deferentes;

- Situa-se quase totalmente no interior da próstata ;

- Fazem o trajeto ântero-inferior através da próstata;

- Possuem as paredes extremamente finas.

Vesículas (Glândulas) Seminais

- Têm aproximadamente tamanho e forma do dedo mínimo;

- São bolsas lobuladas em “fundo cego”;

- Situam-se ao fundo da bexiga urinária

- Formadas por um tubo enovelado sobre si mesmo, formando vários divertículos irregulares;

- As extremidades superiores são arredondadas e sentido póstero-súpero-lateral;

- As extremidades inferiores são afiladas e formam os ductos das vesículas seminais;

Glândulas Bulbo-uretrais

- São do tamanho de uma ervilha;

- Situam-se súpero-lateralmente ao bulbo do pênis;

- Seus ductos excretores abrem-se na luz da uretra peniana por diminutos forames;

Próstata

- Abraça a uretra masculina após a sua emergência da bexiga;

- Superiormente encontramos a bexiga, e, o períneo inferiormente; o púbis na anterior ,e, o reto na posterior;

- É revestida por uma cápsula fibro- muscular;

- Dividi-se nos lóbulos: direito, esquerdo e médio;

- Secreta um líquido leitoso e alcalino;

- Tende a hipertrofia com o passar dos anos, isto leva a transtornos na micção

Pênis

- Órgão de cúpula masculino;

- Constituído por estruturas eréteis, que retém sangue;esta retenção é regulada por um sistema valvular especifico;

- As massas de tecido erétil são os corpos cavernosos e corpo esponjoso;

- A expansão cônica do pênis é a glande do pênis;

- A base da glande é alongada e projeta-se para trás formando a coroa da glande;

- A glande na sua parte anterior apresenta-se perfurada pelo óstio uretral externo;

- O corpo esponjoso apresenta uma dilatação proximal chamada bulbo do pênis;

- Os corpos cavernosos separam-se na sua extremidade proximal e fixam a nível dos ramos ísquio-pubianos;

Envoltórios do Pênis:

- Nas proximidades da coroa da glande encontramos o prepúcio,uma prega circula de pele fina e elástica;

- Ventralmente há uma prega longitudinal, que, denominamos rafe do pênis que é continua com a rafe do escroto;

- De fora para dentro temos: # fáscia superficial, # fáscia profunda, #albugínea dos corpos cavernosos, e, #albugínea do corpo esponjoso.

A albugínea dos corpos cavernosos apresenta duas camadas:

1) a mais superficial envolve os dois corpo cavernosos em conjunto;

2) a mais profunda, envolve isoladamente cada ramo o que originará o septo do pênis;

- O septo do pênis é contínuo e espesso na raiz e descontínuo na extremidade livre, que denominamos septo pectiniforme;

Bolsa Escrotal

- É uma bolsa cutâneo-muscular, situada inferiormente ao pênis e a sínfise pubiana;

- Contém os testículos epidídimos e a parte distal do funículos espermáticos;

- Desenvolve-se a partir de evaginação da pele da parede abdominal anterior denominada de eminescências lábio-escrotais;

- Estas, vão fundir-se para formar a bolsa escrotal;

- Sua formação bilateral é bem evidenciada pela rafe escrotal mediana;

- Esta irá continuar anteriormente com a rafe do pênis e posteriormente ao longo da linha mediana do períneo até o ânus;

- Internamente o saco escrotal está divido em duas câmaras por um septo escrotal;

- Cada câmara aloja um testículo, um epidídimo e parte do funículo espermático;

- A pele que o envolve é delgada, hiperpigmentada,apresenta pêlos, glândulas sudoríparas e sebáceas;

- A fáscia superficial contém uma fina camada de musculatura lisa, que envia um prolongamento ântero-posterior que forma o septo do escroto e separa os testículos;

- A temperatura testicular é regulada pela túnica cremastérica, que é constituída pelo músculo cremaster.

Uretra Masculina

- Tem em média 20cm de comprimento;

- Inicia-se no óstio uretral interno na bexiga e termina no óstio uretral externo ao nível da glande;

- Durante este trajeto divide-se em três segmentos: # uretra prostática, # uretra membranosa, # uretra esponjosa

Uretra prostática:

1) tem como limites a base e o ápice da próstata e comprimento médio de 3cm;

2) a parede anterior é lisa e a posterior tem um relevo mediano longitudinal, a crista uretral;

3) lateralmente encontramos uma depressão, o seio prostático(local de desembocadura dos inúmeros ductos prostáticos);

4) a porção média da crista uretral(colículo seminal) encontramos o utrículo prostático e os óstios dos dois ductos ejaculatórios;

Uretra membranosa:

1) menor segmento da uretra masculina, tem aprox. 2cm de comp.;

2) estende-se pelo vértice da próstata ao bulbo do pênis;

3) Neste trajeto atravessa o músculo esfíncter da uretra e a membrana do períneo;

Uretra esponjosa:

1) É a maior porção,com cerca de 15cm de comp.;

2) Inicia-se no bulbo do pênis e termina ao nível do meato uretral externo, localizado na extremidade da glande;

3) Atravessa todo o corpo esponjoso, e, antes de chegar ao óstio uretral externo, apresenta uma dilatação, a fossa navicular;
www.colaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário