cead20136

sábado, 20 de agosto de 2016

Cianofíceas


Colégio Estadual Dinah Gonçalves
email accbarroso@hotmail.com        
www.accbarrosogestar.wordpress.com


Cianobactérias unicelulares, agrupadas em colônia.

Cianobactérias pertencem ao grupo das Eubactérias sendo, portanto, seres procarióticos. São autotróficas, já que têm capacidade de produzir seu próprio alimento por meio da fotossíntese. Para tal, possuem como pigmentos a clorofila a e ficofibilinas azuis e vermelhas, estas últimas exercem papel acessório neste processo, podendo fornecer a alguns destes organismos um aspecto luminoso.

Apresentam-se nos mais diversos tamanhos e formas: unicelulares, isoladas ou em colônias; ou com células organizadas em filamentos. Geralmente estão envoltas por uma cápsula gelatinosa. Apesar de a maioria ser encontrada em água doce, podemos observá-las em ambientes marinhos, solo úmido e associadas a fungos, formando liquens. Como são capazes de colonizar ambientes inóspitos, podem desempenhar o papel ecológico de espécies pioneiras.

Graças a células especiais chamadas heterocistos, algumas espécies exercem papel de fixadoras de nitrogênio, podendo ser utilizadas em substituição aos fertilizantes nitrogenados, como no caso de plantações de arroz.

Em ambientes eutróficos, que são aqueles ricos em nutrientes, naturais ou artificiais (principalmente fosfatos e nitratos); estes organismos podem crescer de forma descontrolada. Assim, podem alterar a qualidade da água, provocar a morte de diversos organismos por bloquearem a passagem da luz do Sol e, em casos de várias espécies, liberar toxinas que podem causar sérios danos ao fígado (hepatotoxinas) e sistema nervoso (neurotoxinas), caso esta seja ingerida. Considerando este aspecto, florações de cianobactérias – como tais eventos são chamados – são vistas como um problema ambiental e de saúde pública bem sério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário