cead20136

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Filo Nematoda



Enterobius vermicularis: causador da oxiurose

Os nematoides são vermes de simetria bilateral, com corpo bastante alongado, forma cilíndrica e extremidade final afilada. Este é revestido por epiderme e, acima dela, por uma cutícula. Sob esta primeira, encontram-se fibras musculares longitudinais e, em razão da disposição destas, estes animais se locomovem por meio de movimentos ondulatórios.

Podem ser parasitas, causando no homem doenças como a filariose, ascaridíase, ancilostomose, bicho-geográfico, tricocefalose e oxiurose. Entretanto, a maioria desses indivíduos é de vida livre, podem ser encontrados em ambientes aquáticos ou terrestres.

São triblásticos e, diferentemente dos platelmintos, possuem pseudoceloma. Este se situa entre a cavidade corporal propriamente dita e o tubo digestório. Como não possuem sistema circulatório nem respiratório, a distribuição e excreção de substâncias acontecem com o auxílio deste celoma primitivo, que também atua como um esqueleto hidrostático.

Possuem sistema digestório completo e o sistema nervoso consiste em cordões nervosos longitudinais. A liberação de substâncias nocivas se dá por um poro genital ou bucal. Respiram por difusão (respiração cutânea).

A maioria dos nematelmintos é dioica, com dimorfismo sexual: a fêmea é maior, e possui ânus; o macho possui extremidade em forma de gancho e cloaca. A fecundação é geralmente interna, mas indivíduos podem surgir por partenogênese.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Nenhum comentário:

Postar um comentário