cead20136

sábado, 22 de outubro de 2016

Gineceu

Colégio Estadual Dinah Gonçalves
email accbarroso@hotmail.com


Gineceu é a denominação dada ao conjunto reprodutor feminino de uma flor. Essa estrutura agrega carpelos e óvulos, sendo que o carpelo é composto por estilete, estigma e ovário. E o ovário guarda os óvulos ou o óvulo, a quantidade vai variar de espécie para espécie. O gineceu pode ainda ser classificado de acordo com o número e disposição de seus carpelos. Na figura abaixo, por exemplo, podemos visualizar esta diferença. Se temos um ou mais de um carpelo agregado (carpelos unidos) na base, este gineceu será denominado de sincárpico. Se os carpelos não estão unidos na base e podem ser contados separadamente, distintamente um do outro, então este gineceu é denominado de apocárpico. Se há apenas um carpelo, ele será monocárpico.

Observando esta outra figura abaixo, podemos facilmente perceber por que é o estigma da flor que serve justamente para receber o pólen e dar início ao processo germinativo: porque ele está no topo. O pólen repousa no estigma, se hidrata e se rompe, formando o tubo polínico que se desenvolverá ao longo do estilete. Então quando o tubo polínico chega até o ovário consegue alcançar o óvulo e penetrá-lo. É quando então acontecerá uma dupla fecundação. Este óvulo fecundado vira uma semente, e depois de sucessivas divisões mitóticas se torna um embrião. Vale ressaltar também que a disposição (organização) dos órgãos reprodutores tem uma explicação: o óvulo fica dentro do ovário, logo o ovário é a parte mais importante da flor. Por isso não pode ficar no topo, vulnerável e exposto às intempéries e possíveis predadores.

O ovário também obedece a uma outra classificação: quanto ao número lóculos. O ovário é designado unilocular quando somente um carpelo está presente e portanto apenas um lóculo. Para ser designado plurilocular é necessário que esta flor tenha mais de um carpelo, porém estes carpelos compartilham uma mesma abertura interna, portanto um mesmo lóculo comum aos carpelos. Neste caso cada estigma recebe o pólen, passam pelo estilete correspondente e chegam ao mesmo lóculo, comum à todos. E ainda há o ovário plurilocular, que é quando a flor apresenta mais de um carpelo e mais de um lóculo individual, ou seja, cada carpelo tem um lóculo próprio, correspondente com aberturas individuais.

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gineceu
http://professores.unisanta.br/maramagenta/flor.asp
http://www.brasilescola.com/biologia/gineceu.htm
http://www.biologados.com.br/botanica/taxonomia_vegetal/flor_angiosperma_ovario_estigma_estilete_sincarpico_apocarpico.htm
http://www.life.illinois.edu/ib/335/Flowers/FloralTerms.html
http://www.rc.unesp.br/ib/ecologia/geecas/polinizacaogeral.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário