cead20136

domingo, 4 de dezembro de 2016

Marlim-azul


O Marlim-azul (Makaira nigricans) é um peixe teleósteo, que habita águas salgadas, pertencente à família Istiophoridae. Atingem até 4,5 metros de comprimento e 900kg.
Marlim-Azul
Marlim-Azul
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Perciformes
Família: Istiophoridae
Gênero: Makaira
Espécie: M. nigricans

Costumam nadar sozinhos e vivem em águas subtropicais, em mar aberto, com profundidade superior a 200 metros. No Brasil, são encontrados em diversas regiões, como na costa do Amapá, Pará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Este é um dos peixes mais cobiçados da pesca oceânica, pois reúne características irresistíveis para qualquer pescador esportivo: é veloz, briguento, exigindo o máximo dos equipamentos pesados e toda técnica e força bruta do pescador.

Seu corpo é roliço, alto e robusto, seu dorso é preto-azulado, ventre branco-prateado, primeira nadadeira dorsal preta ou azul-escura e as outras marrom-escuras e azul-claras. Possui a capacidade de alterar sua cor, variando de todo escuro a um branco-sujo geral mesmo com as amplas áreas avermelhadas, devido ao seu nível de excitação. Quando esse peixe está calmo, os melanóforos (pequena células) de distendem e cobrem a maior parte do corpo, abaixo da camada de muco que recobre os peixes em geral. Durante a excitação, essas células se contraem e estruturas cristalizadas são expostas, estas, por sua vez, refletem a luz existente ao redor, dando a impressão da cor azul em geral.

A alimentação do marlim-azul é bem eclética, dependendo do que encontre. No entanto, preferem atum, sororocas, cavalinhas, dourados, lulas e polvos. O horário da alimentação varia, alimentando-se pela manhã e de tarde, preferindo sempre o período de subida das marés. Quando esses peixes encontram-se sob estresses (por exemplo, quando é fisgado por um pescador), realizam um mecanismo de defesa no qual expelem o conteúdo estomacal, engolindo-o novamente.

Durante o dia, esses animais preferem ficar na superfície das águas, enquanto que durante a noite procuram águas mais profundas para se abrigarem e não manifestam grande interesse por alimento nesse período.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Marlim-azul
http://www.enchova.com/marlin_azul.htm
http://eptv.globo.com/terradagente/NOT,0,0,271689,Um+peixe+bom+de+bico+trofeu+dos+pescadores.aspx
http://www.brasilfishing.com.br/peixe2.htm
http://www.adriaticdiving.com/divingadriatic/slike/bimie0002/sabljarka.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário