cead20136

Pesquisar no blog

Carregando...

Pesquisar na net

Custom Search

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Tabela Periódica

Colégio Estadual Dinah Gonçalves
email accbarroso@hotmail.com



A tabela periódica surgiu para agrupar os elementos que tem propriedades químicas e físicas semelhantes, ou seja, ela organiza os metais, semimetais, não-metais, gases nobres, dentre outros, em grupos divididos de forma a facilitar a localização.

Imagine só se não existisse esta tabela? É como entrar em uma livraria e não encontrar os livros separados em função de gêneros, o que faria com que gastássemos muito tempo procurando um livro de psicologia, por exemplo, o qual poderia estar entre os de administração ou engenharia.

Nesta seção é possível ampliar seus conhecimentos com diversos conteúdos envolvendo as propriedades da Tabela e seus elementos. Aprenda quais os quesitos usados para o arranjo das famílias (períodos), que permitem não apenas verificar as características comuns de seus membros, mas também fazer previsões do que se tratam tais elementos. As principais famílias são:

Família I A: metais alcalinos
Família II A: metais alcalino-terrosos
Família III A: família do Boro
Família IV A: família do Carbono
Família V A: família do Nitrogênio
Família VI A: Calcogênios
Família VII A: Halogênios
Família 0: Gases Nobres

Através da Tabela Periódica podemos saber sobre a massa atômica, número atômico e distribuição eletrônica dos átomos, sem falar das propriedades periódicas que são usadas para relacionar as propriedades dos elementos com suas estruturas atômicas. Entre essas propriedades temos: raio atômico, energia de ionização, eletroafinidade, eletronegatividade, densidade, temperatura de fusão e ebulição e volume atômico.

Por que a Tabela Periódica possui esta estrutura?


A tabela periódica mostra a semelhança elementar, e através dela é possível saber as propriedades de um elemento baseando-se num membro pertencente à mesma família ou grupo. Observe o Grupo 2 da tabela periódica e veja porque os membros estão localizados próximos:

N° atômico Elemento Configuração eletrônica
4 Be 2 s2
12 Mg 3 s2
20 Ca 4 s2
38 Sr 5 s2
56 Ba 6 s2
88 Ra 7 s2

Observação: esta configuração equivale ao último subnível que recebeu elétrons.

O grupo 2 A, também chamado de família dos Alcalinos Terrosos, abrange metais com distribuição eletrônica que termina no subnível s2. Apesar dos números atômicos dos elementos serem diferentes, o número de elétrons da camada de valência é o mesmo, e corresponde a 2. As configurações eletrônicas desses elementos são semelhantes e por isso são quimicamente parecidos, isto nos leva a Lei Periódica:

"As propriedades físicas e químicas dos elementos são funções periódicas de seus números atômicos".

Estrutura da tabela

Na tabela, os elementos estão arranjados horizontalmente, em seqüência numérica, de acordo com seus números atômicos, resultando o aparecimento de sete linhas horizontais (ou períodos). Cada período, com exceção do primeiro, começa com um metal e termina com um gás nobre. Os períodos diferem entre si no comprimento, sendo que alguns possuem apenas 2 elementos (período curto) e outros já contam com 32 elementos (período longo).

Os grupos correspondem às linhas verticais, que foram agrupadas baseando-se nas estruturas similares da camada externa (como no exemplo do grupo 2). Em alguns desses grupos, os elementos estão relacionados tão intimamente em suas propriedades, que são denominados de famílias, por exemplo, o grupo 1 A é a família dos Metais Alcalinos.
fonte : brasilescola.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

co

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger