cead20136

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Adjetivos e Substantivos

Concordância Nominal 2

1. ADJETIVO E SUBSTANTIVO INDICANDO CORES

a) COR EXPRESSA POR ADJETIVO – Quando a cor é expressa por um adjetivo (verde, amarelo, azul, vermelho, branco, claro, escuro, etc.), tem-se a concordância normal.

b) COR EXPRESSA POR SUBSTANTIVO – Quando a cor é expressa por um substantivo (abacate, anil, canário, cinza, gelo, laranja, limão, musgo, neve, ocre, ouro, pastel, rubi, sangue, violeta, etc.), o substantivo usado para exprimir cor fica invariável, (masculino singular) quer em palavra simples, quer em composta.

Observação – Se o substantivo virar adjetivo (cinza = cinzento; rosa = róseo; laranja = alaranjado; carne = encarnado), a concordância passa a ser normal.

2. ADJETIVOS COMPOSTOS

a) COR + SUBSTANTIVO – Composto invariável. Veja uma lista:
amarelo-ouro branco-gelo
amarelo-canário branco-neve
amarelo-ocre vermelho-rubi
verde-cana verde-água
verde-oliva vermelho-sangue
verde-musgo verde-musgo
verde-abacate azul-turquesa

b) ADJETIVO + ADJETIVO – Só a segunda palavra pode variar. A primeira tem que ficar no masculino singular. Incluem-se aqui os adjetivos pátrios. Quando estão justapostos, o primeiro fica na sua forma erudita e reduzida. Veja uma lista de adjetivos pátrios reduzidos:

Portugal luso-brasileiro
Japão nipo-brasileiro
China sino-brasileiro
Alemanha teuto-brasileiro
França franco-brasileiro
Itália ítalo-brasileiro
Península Ibérica ibero-americano
África afro-brasileiro
Espanha hispano-americano
Índia indo-europeu
Itália ítalo-brasileiro

c) COMPOSTOS ESPECIAIS – Os adjetivos compostos seguintes são invariáveis: azul-marinho, azul-celeste, cor-de-rosa, furta-cor.

3. TAL QUAL

a) TAL – Deve sempre concordar com o substantivo a que se refere. Plural: tais.

b) TAL QUAL – A expressão tal qual, quando estabelece comparação entre dois seres, tem dupla concordância: o vocábulo tal concorda com o substantivo anterior, e qual concorda com o substantivo posterior.

c) TAL E QUAL – Quando o sentido é de “exatamente o mesmo”, pode-se usar, indiferentemente, “tal qual” ou “tal e qual”.

4. POSSÍVEL
a) O MAIS, O MENOS... – Possível fica invariável quando faz parte de expressão superlativa com a partícula “o”: o mais, o menos, o maior, o menor, o melhor, o pior.

b) QUANTO POSSÍVEL – A expressão quanto possível é invariável.

Adjetivos e Substantivos (Página 2)

5. MONSTRO

a) SUBSTANTIVO – O vocábulo monstro, usado como substantivo, é variável: o monstro, os monstros.

b) ADJETIVO – Quando usado como adjetivo (monstro = enorme, muito grande), é invariável; constitui derivação imprópria.

c) MONSTRENGO ou MOSTRENGO? – Para nomear “pessoa disforme, malproporcionada e/ou muito feia”, a norma culta aconselha “mostrengo”.

6. PSEUDO

a) Pseudo significa falso; é um radical grego (pseudés) que entra na formação de inúmeras palavras de nossa língua. É palavra invariável e provoca hífen diante de “vogais”, “h”, “r” e “s”.

7. PROVA DOS NOVES

O nome dos números, quando substantivados, variam normalmente. Por isso, a expressão correta é “prova dos noves”. Veja construções certas e erradas:

a) Havia, no bloco de notas fiscais, dois onze. (errado)

b) Havia, no bloco de notas fiscais, dois onzes. (certo)

c) Faça três quatro aí, que eu quero ver! (errado)

d) Dos dois dezoitos que você desenhou, só um foi aproveitado. (certo)

e) Este é o procedimento correto para se tirar a prova dos noves. (certo)

8. HAJA VISTA

a) VISTA – A construção correta em qualquer situação é “haja vista” (nunca haja visto). Significa “vejam-se”, “veja” ou “olhe-se para”.

b) HAJAM – A palavra vista é invariável; o haja pode ir para o plural (facultativo), desde que a expressão que venha depois esteja no plural.

1. As aulas podem ser adiadas, haja visto os problemas de reforma. (errado)

2. As aulas podem ser adiadas, haja vista os problemas de reforma. (certo)

3. As aulas podem ser adiadas, hajam vista os problemas de reforma. (certo)

www.colegioweb.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário