cead20136

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

O gênero dos substantivos

Ao tratarmos sobre o assunto em questão devemos nos atentar para algumas peculiaridades, uma vez que estas fazem toda a diferença no momento da linguagem escrita.
Dispormos de nossos conhecimentos no que se refere às normas gramaticais, com todas as regras e as possíveis exceções, faz parte da construção de nosso perfil linguístico.

Razão pela qual conheceremos adiante um pouco mais sobre formação do gênero referente à classe gramatical denominada “substantivo”.
Quando falamos em gênero, estamos nos referindo ao masculino e feminino. Vejamos sua classificação:

Substantivos biformesSão aqueles que possuem duas formas distintas, tanto para o feminino quanto para o masculino.
Exemplos:

menino – menina

gato – gata

cão - cadela

Substantivos comum-de-doisSão aqueles que possuem uma só forma para o masculino e para o feminino, mas permitem a variação de gênero por meio de palavras modificadoras, entre estas, os artigos, adjetivos e pronomes.
Exemplos:

a estudante

o estudante

meu fã

minha fã

Substantivos epicenosSão aqueles que possuem apenas um gênero e indicam nomes de certos animais, sendo necessário o emprego das palavras “macho e fêmea” para designá-los.
Exemplos:

jacaré macho

jacaré fêmea

cobra macho

cobra fêmea

Substantivos sobrecomuns São aqueles que não possuem distinção nenhuma para designar os dois gêneros, ou seja, um único termo é usado para representá-los.
Exemplos:

a criança

a testemunha

o indivíduo.

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Nenhum comentário:

Postar um comentário