cead20136

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Alcanos

Alcanos

Líria Alves




Alcano ramificado
Os alcanos são compostos orgânicos com simples ligações entre átomos de carbono, possuem cadeia aberta, também conhecidos como hidrocarbonetos parafínicos. A estrutura física dos alcanos é de cadeia carbônica acíclica (alifática), saturada e homogênea.

O nome parafina é de origem do latim: parum = pequena + affinis = afinidadade, ou seja, os alcanos são pouco reativos. Em condições ambientes, os alcanos se encontram nas fases sólida, líquida ou gasosa, depende do número de átomos de carbono.

Os alcanos puros são incolores, os gasosos e os sólidos são inodoros e os líquidos têm cheiro característico (gasolina, por exemplo). Como são compostos constituídos exclusivamente por carbono e hidrogênio, formam uma série homóloga de fórmula geral CnH2n +2, o primeiro membro é o metano (CH4).

Os alcanos são compostos apolares, sendo assim são insolúveis em solventes polares como a água, porém são solúveis em solventes apolares, como o benzeno, e em solventes fracamente polarizados, como o álcool.

Podemos encontrar Alcanos principalmente no petróleo, no gás natural, no xisto betuminoso e na cera mineral. Eles são utilizados como matéria-prima para a preparação de muitos compostos na indústria petroquímica e também como combustível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário