cead20136

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Origami

Colégio Estadual Dinah Gonçalves
email accbarroso@hotmail.com          


Por Patrícia Lopes


Origami
Origami é a arte milenar japonesa de criar objetos e formas a partir da dobradura de papel. A palavra deriva do japonês ori (dobrar) Kami (papel), que ao juntar as duas palavras a pronúncia fica “origami”.

Geralmente a arte da dobradura utiliza-se de um pedaço de papel quadrado, sem cortá-lo, cujas faces podem ser de cores diferentes. Entretanto a cultura do origami japonês desenvolvida desde o período Edo não é tão restrita, pois muitas vezes o papel é cortado durante a criação do modelo, ou utilizada outras formas de papel como a retangular, circular, etc.

De acordo com a cultura japonêsa quem fizesse mil origamis teria um pedido realizado. Os estudiosos acreditam que o origami tenha nascido junto com o papel. Os primeiros registros do surgimento do papel vêm da China, no ano de 105 d.C. A partir do século VII monges budistas levaram o método de fabricação do papel para outros países asiáticos, sendo um deles o Japão, onde a arte importada junto com o papel se desenvolveria. A arte se popularizou na proporção que o papel tornava-se menos caro, devido o desenvolvimento de métodos mais simples para sua criação.

No decorrer de séculos não existiram instruções para criar os modelos origami, estas eram transmitidas verbalmente de geração em geração.

No século VIII, as dobraduras passaram a fazer parte de cerimônias xintoístas, religião oriental, representando divindades reverenciadas pelos japoneses.

A partir de 1876, o origami chegou às escolas japonesas como parte integrante da educação das crianças. Alguns dos formatos de dobradura mais famosos apareceram até o final do século XIX. Os animais, representações mais populares do origami tem em sua grande maioria uma simbologia especial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário