cead20136

sábado, 20 de agosto de 2016

A Ação das geleiras e dos ventos


Dunas, exemplo de erosão eólica.
O relevo é uma irregularidade da superfície terrestre, esculpido a partir dos agentes modeladores que podem atuar no interior da Terra (agentes endógenos) ou acima da superfície terrestre (agentes externos). Os ventos e as geleiras são agentes modeladores externos que contribuem para a formação do relevo.
A ação das geleiras
Antes de compreender como as geleiras interferem no relevo é importante conhecer o significado do termo. Geleira é uma enorme massa de gelo originada em locais de baixíssima temperatura. Em razão dessa característica, a ocorrência de precipitação de neve é superior ao derretimento do gelo, fator que favorece o acúmulo deste.
As montanhas elevadas são lugares propícios para a acumulação de gelo, em virtude das temperaturas sempre baixas por causa da restrita irradiação solar. Esse agente externo atua a partir do acúmulo de gelo no topo de montanhas, que, quando se torna muito pesado, ocasiona avalanches, que deslizam e transportam junto com o gelo algumas rochas. O resultado desse evento é a mudança na configuração do topo da montanha e também o aumento de sedimentos nas regiões próximas, geralmente vales. A ação das geleiras na formação do relevo recebe o nome de erosão glacial.
Ação dos ventos
Em grande parte dos casos, o vento modifica o relevo em regiões litorâneas e também desérticas. Ambas são áreas de concentração de areia, desse modo, o vento sopra deslocando-a de um lugar para outro. Tal fenômeno é responsável pela formação das dunas.
Entretanto, a ação dos ventos não se limita somente ao caso acima. Ele também desempenha influência em casos em que a poeira disposta no ar é lançada em direção às rochas. Então, de maneira gradativa e lenta, o relevo vai sendo modelado, dando origem a esculturas naturais intrigantes, como os arcos rochosos, nos Estados Unidos (Utah - Parque Nacional de Utah). A contribuição dos ventos na configuração do relevo é chamada de erosão eólica.
Por Eduardo de Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário