articulador 1

Pesquisar na net

Custom Search

sábado, 19 de maio de 2018

Matemática para 3º ano do Ensino Médio

Matemática para 2º ano do Ensino Médio

Matemática para 9º ano

Matemática para 1º ano do Ensino Médio

Matemática para 8º ano

Matemática para 7º ano

Matemática para 4º e 5º ano do Ensino Fundamental

Matemática para 6º ano

PROJETO COPA DO MUNDO 2018

PROJETO COPA DO MUNDO 2018

JUSTIFICATIVA  

A Copa do Mundo é um evento esportivo extremamente  importante momento  em que todas as atenções estão voltadas para o Futebol mundial, desta forma é relevante à escola trabalhar esta temática. Com esse intuito a Escola Estadual Professor Bevenuto Filho planejou aplicação do presente projeto, visando   desenvolver competências pedagógicas na área, social, intelectual, política e cultural,  e enriquecendo  as aulas através da pesquisa da história e cultura dos países participantes da Copa do Mundo. 
O Projeto busca levar o educando a conhecer, valorizar, respeitar e desfrutar da pluralidade de manifestações de cultura de diferentes países do mundo, percebendo-as como recurso valioso para a integração entre pessoas e entre diferentes grupos sociais, como recomenda osParâmetros Curriculares Nacional Educação Física (BRASIL, 1998).
Para isso, se faz necessário abordar as diferentes etnias existentes nos países estudados e sua influência no âmbito cultural como: obras de arte, danças, brincadeiras, músicas e artesanato, pois é preciso incentivar nossos discentes a superar preconceitos raciais e culturais, tornando-os cidadãos críticos que participam do processo social, conscientes de seus direitos e deveres na sociedade com base no respeito mútuo, buscando uma “educação para a tolerância”, “cultura paz” e “respeito às diferenças culturais” entre povos, etnias, nações (LOPES, 1999).
O objetivo do Projeto é promover uma educação para a cidadania, proporcionando uma convivência com a cultura do outro. Desta forma, damos um passo importante em prol de uma proposta educacional e curricular multiculturalista, na medida em que levamos a comunidade escolar a reconhecer o valor da pluralidade e da diversidade cultural, bem como a necessidade de formar para a cidadania com base no respeito às diferenças, como orienta os Parâmetros Curriculares Nacional quando trata do tema Transversal “Pluralidade Cultural” (BRASIL, 1998).


OBJETIVO GERAL                   
Conhecer aspectos políticos, econômico, histórico, geográfico e  cultural  dos países participantes da Copa do Mundo através da pesquisa, fazendo uso das informações para trabalhar competências curriculares através de temas relevantes como diferenças étnicas, sociais e culturais, valorizando o contexto social e político de cada país, não deixando de fazer a interdisciplinaridade a fim de que o educando venha ter um melhor aproveitamento no presente projeto.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

· Identificar os países participantes da Copa do Mundo; 
· Conhecer, respeitar e valorizar a cultura de cada País envolvido no evento;  
·  Reconhecer a importância  da história de cada país para sua situação atual;  . 
· Compreender a necessidade  do trabalho coletivo para o sucesso do grupo;
· Compreender as principais características de cada país estudado;
· Conhecer as contradições dos países estudados;
· Valorizar  a copa do mundo como um evento importante que reuni vários países.

CONTEÚDOS

A organização/progressão dos conteúdos do projeto devem ser  orientados pela diversidade, contemplando diferentes gêneros, estilos, autores e autoras da literatura universal, contemporâneos e de outras épocas, dos  diversos  países em estudos.
O projeto deve discutir as motivações da adoção de diferentes políticas educacionais, assim como seus impactos sociais nos países; analisar características dos países em seus aspectos históricos, populacionais, urbanos, políticos, econômicos e culturais; discutir suas desigualdades sociais e econômicas e pressões sobre seus ambientes físico-naturais; analisar o processo de independência em diferentes países e comparar as formas de governo neles adotados; experimentar, recriar e fruir danças populares dos países, valorizando e respeitando os diferentes sentidos e significados dessas danças em suas culturas de origem (BNCC, 2017).
Desta forma, organizamos os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais por disciplina:

Artes Visuais:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Ampliação de conhecimentos das diferentes formas de expressão artística e de diversas obras ligadas a cultura de cada país estudado.
Exploração e utilização de alguns procedimentos artísticos necessários para desenhar, pintar, colar, modelar e construir, identificando seu uso nas produções.
Construção de produções plásticas e gráficas.
Apreciação das suas produções e dos outros por meio da observação e da leitura de elementos da linguagem artística.

Educação Física/Dança /Coreografia:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Ampliação de possibilidades expressivas do próprio movimento como gestos e ritmos, utilizando expressões encontradas nos diferentes países estudados.
Vivência de situações cotidianas em que o aluno explore gestos e ritmos corporais em suas brincadeiras, danças e situações de interação,
Participação em ensaios da coreografia da dança que representa cada país estudado.
Valorização das conquistas corporais, pessoais e no coletivo

Língua Portuguesa:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Reconhecimento e utilização da Linguagem oral e escrita nas pesquisas e estudos sobre os países estudados.
Participação de jogos, brincadeiras e atividades que envolvam produção e leitura de textos.
Exploração da linguagem oral e escrita.
Interpretação e Produção de textos  de diversos gêneros.
Valorização dos diferentes tipos de texto.
Reflexão sobre a escrita como produto cultural do ser humano.

 História:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Reconhecimento das dimensões sociais, políticas e culturais como meio para construir a noção de identidade de um  povos e sua história.  
Participação em atividades que envolvam a História do país estudado.
Participação em Pesquisa histórica.
Interpretação dos dados da pesquisa histórica.
Construção de linha do tempo.
Valorização da História de cada país.
Reflexão critica sobre a História de cada país, reconhecendo a história como produto cultural do ser humano.

Geografia:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Reconhecimento da espacialidade geográfica de cada país estudado, fundamentando-se numa visão histórica, social, política, cultural e econômica.·.
Participação em atividades que envolvam a Geografia do país estudado.
Participação em Pesquisa Geográfica.
Leitura e Interpretação dos dados de gráficos e mapas.
Produção de gráficos mapas.
Valorização da geografia de cada país.
Reflexão critica sobre a espacialidade geográfica de cada país estudado, fundamentando-se numa visão histórica, social, política, cultural e econômica.

Religião:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Reconhecimento da especificidade Religiosa de cada país estudado,Procurando desvendar os saberes e as verdades dos mitos e dos ditos populares com base nos valores e questões éticas.
Participação em atividades que envolvam a Religião do país estudado.
Participação em Pesquisa.
Leitura e Interpretação dos mitos e dos ditos populares.
Valorização da especificidade Religiosa de cada país.
Reflexão critica sobre a especificidade Religiosa de cada país estudado, fundamentando-se numa visão histórica, social, política, cultural e econômica.

Matemática:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Reconhecimento das diferentes formas de representações dos números.
Ampliação do tratamento da informação.

Participação em jogos, brincadeiras e atividades que envolvam os conceitos matemáticos.
Leitura e interpretação de listas, tabelas e gráficos de dados sobre o país estudado.
Participação em coleta de dados e organização das informações em listas, tabelas e gráficos.
Valorização e utilização de estratégias para solução de problemas de formas satisfatória.
Revisão das estratégias quando os resultados não satisfazem.
Utilização dos conceitos matemáticos de forma coerente e lógica.

Ciências:
Conceituais
Procedimentais
Atitudinais
Reconhecimento dos alimentos típicos de cada país, seus nutrientes e hábitos de alimentação.



Participação em jogos, brincadeiras e atividades que envolvam os conceitos da Ciência.
Leitura e interpretação de listas e tabelas dos nutrientes dos alimentos.
Participação em entrevistas, em observação direta e indireta, em experimentação. Elaboração de desenhos, quadros, esquemas, listas, pequenos textos, tabelas.  Produção de maquetes e cartazes.
Valorização e respeito as diferenças dos hábitos de alimentação dos países estudados.
Desenvolvimento de atitudes e comportamentos favoráveis à boa alimentação e saúde. 


METODOLOGIA

Desenvolvimento:
Durante todo  o primeiro semestre será desenvolvido o projeto de forma “transversal e interdisciplinar”; transversal porque incluirá temas relevantes para estudo e pesquisa; e interdisciplinar porque expõe as inter-relações entre os temas estudados e as disciplinas curriculares, desta forma o trabalho não terá uma perspectiva disciplinar rígida.
No decorrer do semestre será realizadas pesquisas e estudos sobre: A Copa do Mundo; Os Países participantes, sua história, geografia, politica, economia e cultura. Cada turma escolherá um país para aprofunda suas pesquisas e estudos e poderá  realizar seminários; confecção de cartazes e panfletos;   produção de texto; elaboração de tabelas e gráficos entre outros.
Será priorizado o trabalho coletivo, em grandes ou pequenos grupos. Pois segundo Vygotsky (1987), todas as funções do desenvolvimento do indivíduo aparecem duas vezes: primeiro no nível social e, depois, no nível individual; primeiro entre pessoas (Interpsicológico) e, posteriormente, no interior do sujeito (intrapsicológico). Isto significa que o trabalho em grupo oportuniza maiores condições de aprendizagem.
Será valorizada a interação do aluno como o objeto de conhecimento, pois segundo a perspectiva construtivista de Piaget (1973) o conhecimento acontece pela ação do sujeito sobre o objeto de conhecimento, ou seja, o conhecimento se  constrói na interação sujeito-meio e sujeito-objeto.

Culminância:
A culminância do projeto será realizada na Mostra Folclórica, momento em que cada turma fará a exposição os trabalhos desenvolvidos através das pesquisas e estudos realizados sobre a história, geografia, politica, economia e cultura do país estudado, bem como será exibirá em palco uma apresentação cultural referente ao país estudado.


AVALIAÇÃO

O processo de avaliação será uma reflexão contínua sobre a realidade, um acompanhamento permanente das atividades do educando na sua trajetória de construção do conhecimento (HOFFMANN, 1993).
O papel da avaliação será de diagnosticar, tendo em vista encontrar soluções mais adequadas e mais satisfatórias para os impasses e dificuldades” (LUCKESI, 2005, p. 33).
Avaliação será processual e dinâmica buscando subsidiar a tomada de decisão para melhorar  a qualidade da aprendizagem do educando; e será inclusiva buscando meios pelos quais todos possam aprender o que é necessário para o desenvolvimento.
A avaliação será feita durante todo o andamento do projeto através de atividades orais  e escritas. Será observado o  interesse, participação, assiduidade e pontualidade do aluno no desenvolvimento das atividades.


REFERÊNCIAS 

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação Física. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília : MEC/SEF, 1998.

BRASIL. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Parâmetros curriculares Nacionais: Pluralidade Cultural e Orientação Sexual. Brasília: MEC/SEF, Vol. 10, 1998.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília : MEC, 2017.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1993.

LOPES, A. C. R. Pluralismo cultural em políticas de currículo nacional. In: MOREIRA, A.F.B. (Org.). Currículo: políticas e práticas. Campinas: Papirus, 1999.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e criando a prática. 2 ed. Salvador: Malabares Comunicações e eventos, 2005.

PIAGET, J. Para onde vai a educação? Rio de Janeiro: Livraria José Olympo Editora/Unesco, 1973.

VYGOTSKY, LEV S.  Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1987.  135 p.  (Coleção Psicologia e Pedagogia).




TEXTOS PARA ESTUDO       
Copa do Mundo: Rússia 2018
Fonte: http://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/copa-mundo-russia-2018.htm

Copa do Mundo de Futebol de 2018 vai ser disputada na Rússia, o maior país do mundo, entre os dias 14 de junho e 15 de julho. O torneio terá a participação de 32 nações, incluindo o Brasil, com jogos em 11 cidades e 12 estádios. 
A definição da sede da 21ª edição do torneio aconteceu em dezembro de 2010, em uma disputa com outras três candidaturas de países europeus: Inglaterra; Portugal e Espanha; Holanda e Bélgica. Na mesma ocasião, ficou definido que o Catar vai receber a Copa de 2022.
Ao todo, serão disputados 64 jogos nas cidades de Moscou, São Petersburgo, Samara, Kazan, Ecaterimburgo, Sochi, Kaliningrado, Saransk, Volgogrado, Rostov e Nizhny Novgorod. A capital Moscou vai receber jogos em dois estádios.

Participantes
As 32 seleções participantes, com exceção da Rússia, conseguiram a vaga na Copa do Mundo de 2018 por meio de competições continentais eliminatórias. A Rússia ganhou a vaga por ser o país-sede do evento, assim como aconteceu com o Brasil na Copa de 2014.
A Federação Internacional de Futebol (FIFA) determina a quantidade de vagas para cada continente. Veja:

África: 5 vagas (Tunísia, Nigéria, Marrocos, Senegal e Egito)

Ásia: 4 vagas + 1 repescagem (Irã, Japão, Coreia do Sul, Arábia Saudita + Austrália)

América Central e do Norte: 3 vagas + 1 repescagem (México, Costa Rica, Panamá + Honduras)

América do Sul: 4 vagas + 1 repescagem (Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia + Peru)

Europa: 13 vagas (França, Portugal, Alemanha, Sérvia, Polônia, Inglaterra, Espanha, Bélgica, Islândia, Suíça, Croácia, Suécia e Dinamarca)

Oceania: 1 vaga repescagem (Nova Zelândia)

No caso da Copa do Mundo de 2018, ficaram definidos os seguintes confrontos pela repescagem:

América Central e do Norte (Honduras) x Ásia (Austrália): Austrália vencedor

América do Sul (Peru) x Oceania (Nova Zelândia): Peru vencedor

A Austrália compete nas eliminatórias asiáticas por ter um nível muito superior aos seus vizinhos de continente. Para se ter uma ideia, quando a Austrália competia nas eliminatórias da Oceania, era comum um placar de 30 a 0. O mesmo acontece na América do Sul, onde Guiana Francesa, Guiana e Suriname competem pela América Central
As 32 seleções classificadas para a Copa do Mundo da Rússia foram divididas em oito grupos. O Brasil está no grupo E junto com SuíçaCosta Rica e Sérvia. O primeiro jogo do Brasil será no dia 17 de junho contra a Suíça, o segundo no dia 22 de junho contra a Costa Rica e, no dia 27 de junho, faz o último jogo da fase de grupos contra a Sérvia.
Os dois primeiros lugares de cada grupo se classificam para a fase eliminatória, popularmente chamada de mata-mata, na qual duas equipes se enfrentam para decidir quem avança para a próxima etapa. A primeira fase eliminatória são as oitavas de final, depois vem a semifinal e, por fim, a tão esperada final, que será realizada no dia 15 de julho em Moscou.
Brasil está no grupo E, junto com Suíça, Costa Rica e Sérvia







Horários sujeitos a alteração, baseados no Horário de Brasília.

Grupo A

Quinta-feira, 14/06 – 12h – Rússia x Arábia Saudita
Sexta-feira, 15/06 – 9h – Egito x Uruguai
Terça-feira, 19/06 – 15h – Rússia x Egito
Quarta-feira, 20/06 – 12h – Uruguai x Arábia Saudita
Segunda-feira, 25/06 – 11h – Uruguai x Rússia
Segunda-feira, 25/06 – 11h – Arábia Saudita x Egito

Grupo B

Sexta-feira, 15/06 – 12h – Marrocos x Irã
Sexta-feira, 15/06 – 15h – Portugal x Espanha
Quarta-feira, 20/06 – 9h – Portugal x Marrocos
Quarta-feira, 20/06 – 15h – Espanha x Irã
Segunda-feira, 25/06 – 15h – Espanha x Marrocos
Segunda-feira, 25/06 – 15h – Portugal x Irã

Grupo C

Sábado, 16/06 – 7h – França x Austrália
Sábado, 16/06 – 13h – Peru x Dinamarca
Quinta-feira, 21/06 – 12h – França x Peru
Quinta-feira, 21/06 – 9h – Dinamarca x Austrália
Terça-feira, 26/06 – 11h – Dinamarca x França
Terça-feira, 26/06 – 11h – Austrália x Peru

Grupo D

Sábado, 16/06 – 10h – Argentina x Islândia
Sábado, 16/06 – 16h – Croácia x Nigéria
Quinta-feira, 21/06 – 15h – Argentina x Croácia
Sexta-feira, 22/06 – 12h – Nigéria x Islândia
Terça-feira, 26/06 – 15h – Argentina x Nigéria
Terça-feira, 26/06 – 15h – Islândia x Croácia

Grupo E

Domingo, 17/06 – 9h – Costa Rica x Sérvia
Domingo, 17/06 – 15h – Brasil x Suíça
Sexta-feira, 22/06 – 9h – Brasil x Costa Rica
Sexta-feira, 22/06 – 15h – Suíça x Sérvia
Quarta-feira, 27/06 – 15h – Sérvia x Brasil
Quarta-feira, 27/06 – 15h – Suíça x Costa Rica

Grupo F

Domingo, 17/06 – 12h – Alemanha x México
Segunda-feira, 18/06 – 9h – Coreia do Sul x Suécia
Sábado, 23/06 – 15h – Alemanha x Suécia
Sábado, 23/06 – 12h – México x Coreia do Sul
Quarta-feira, 27/06 – 11h – Alemanha x Coreia do Sul
Quarta-feira, 27/06 – 11h – México x Suécia

Grupo G

Segunda-feira, 18/06 – 12h – Bélgica x Panamá      
Segunda-feira, 18/06 – 15h – Inglaterra x Tunísia
Sábado, 23/06 – 9h – Bélgica x Tunísia
Domingo, 24/06 – 9h – Inglaterra x Panamá
Quinta-feira, 28/06 – 15h – Inglaterra x Bélgica
Quinta-feira, 28/06 – 15h – Tunísia x Panamá

Grupo H

Terça-feira, 19/06 – 12h – Polônia x Senegal
Terça-feira, 19/06 – 9h – Colômbia x Japão
Domingo, 24/06 – 12h – Japão x Senegal
Domingo, 24/06 – 15h – Polônia x Colômbia
Quinta-feira, 28/06 – 11h – Japão x Polônia
Quinta-feira, 28/06 – 11h – Colômbia x Senegal

Oitavas de final

Sábado, 30/06 – 11h – Primeiro C x Segundo D (Jogo 1)
Sábado, 30/06 – 15h – Primeiro A x Segundo B (Jogo 2)
Domingo, 01/07 – 11h – Primeiro B x Segundo A (Jogo 3)
Domingo, 01/07 – 15h – Primeiro D x Segundo C (Jogo 4)
Segunda-feira, 02/07 – 11h – Primeiro E x Segundo F (Jogo 5)
Segunda-feira, 02/07 – 15h – Primeiro G x Segundo H (Jogo 6)
Terça-feira, 03/07 – 11h – Primeiro F x Segundo E (Jogo 7)
Terça-feira, 03/07 – 15h – Primeiro H x Segundo G (Jogo 8)

Quartas de final

Sexta-feira, 06/07 – 11h – Jogo 1 x Jogo 2 (Jogo A)
Sexta-feira, 06/07 – 15h – Jogo 5 x Jogo 6 (Jogo B)
Sábado, 07/07 – 11h – Jogo 7 x Jogo 8 (Jogo C)
Sábado, 07/07 – 15h – Jogo 3 x Jogo 4 (Jogo D)

Semifinal

Terça-feira, 10/07 -15h –  Jogo A x Jogo B
Quarta-feira, 11/07 – 15h – Jogo C x Jogo D

Terceiro lugar

Sábado, 14/07 – 11h

Final

Domingo, 15/07 – 12h

_________________________________________________

PAÍSES

Fonte:  http://brasilescola.uol.com.br/geografia/paises.htm
O conceito oficial de país foi definido pela Convenção Internacional de Montevidéu, realizada no ano de 1933, e faz referência a uma unidade política que possui:
a) um território definido,
b) uma forma de governo estabelecida,
c) capacidade de relacionar-se comercial e politicamente com outras nações e
d) o reconhecimento dos demais países.
Portanto, podemos notar que um país não necessariamente corresponde a uma etnia determinada ou a uma nação homogênea, haja vista que a maior parte dos países existentes é composta por várias nações ou etnias distintas. 
Fonte:http://ebevenuto.blogspot.com.br
Autoria da ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR BEVENUTO FILHO