cead20136

sábado, 10 de setembro de 2016

Biodiversidade


A biodiversidade (do grego bios, vida) é um termo que designa a variedade da natureza viva. Ultimamente empregada para indicar a preocupação ambiental e social, tendo em vista o processo de extinção de algumas espécies.

Contudo o termo biodiversidade ou diversidade biológica representa a variedade biótica de um ecossistema, isto é, o conjunto de animais e vegetais de uma região. Quanto maior a quantidade de nichos ecológicos, maior a diversidade de espécies no ambiente e conseqüentemente maior será a biodiversidade local.

Toda a abundância de organismos, desde os já extintos aos viventes, estão diretamente conectados a um funcionamento intrínseco, específico de cada espécie, sendo determinado pela composição genética transmitida hereditariamente − A identidade adquirida por uma quantidade padrão de cromossomos e genes correspondentes. E também por relações extrínsecas ecológicas, na qual uma espécie expressa considerável potencial de interferência (favorável ou desfavorável) no contingente populacional de uma outra, através de mecanismos naturais como: a competição, o predatismo, o parasitismo, o comensalismo, o mutualismo, a protocooperação e o inquilinismo.

Assim, essa diversidade biológica, dinâmica e complexa dos organismos, se faz presente em toda a biosfera, da mais alta cadeia montanhosa à profundeza marinha. Cada ecótopo (tipo de paisagem) regido por particularidades abióticas (fatores físico-químicos: o regime climático, a temperatura, o vento, a umidade, a luminosidade, o pH, a oxigenação − o solo o ar e a água), subsidiando uma distinta biocenose (conjunto tipológico de vida, específico de uma localidade).
www.mundoeducacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário