cead20136

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Golfinho Rotador


Professor de Matemática e Biologia Antônio Carlos Carneiro Barroso
Colégio Estadual Dinah Gonçalves
email accbarroso@hotmail.com
WWW.profantoniocarneiro.com

O golfinho rotador (Stenella longirostris) teve um de seus seus primeiros registros documentado no ano de 1969. O golfinho rotador é um mamífero aquático pertencente a ordem dos cetáceos e subordem dos odontocetos. Este golfinho pertence a família Delphinidae, onde o gênero Stenella possui mais cinco subespécies: Stenella longirostris (ele próprio), Stenella attenuata (golfinho-pintado-pantropical), Stenella frontalis (golfinho-pintado-do-Atlântico), Stenella clymene (golfinho-de-Clymene) e Stenella coeruleoalba (golfinho-listrado).
Golfinho Rotador
Golfinho Rotador
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Cetacea
Família: Delphinidae
Gênero: Stenella
Espécie: Stenella longirostris

O golfinho rotador possui diversos nomes, em diversos idiomas, como: Inglês (long-snouted dolphin, long-snouted spinner dolphin, long-beaked dolphin), Francês (dauphin à ventre rose), Espanhol (delfín tornillon, delfín churumbelo, delfín girador, falso delfín), Japonês (hashinaga iruka), Russo (dlinnonosiy delfin) dentre outros nomes em diversos idiomas.

O golfinho rotador possui sua distribuiçao em mares tropicais ao longo do globo. Sua ocorrência geralmente está associadas a ilhas oceânicas. Registros de observações para esta espécie verificaram que eles geralmente estão associados à áreas protegidas, como ilhas e baías. Em alguns locais do mundo como na Polinésia Francesa, estes podem ser observados dentro de lagunas costeiras.

Permanecem dentro das baías na parte da manhã até o início do entardecer, e posteriormente se deslocam para áreas mais offshore (afastadas, oceânicas). Estudos demonstram que em média eles estão próximos da costa cerca de 400 metros, porém em determinadas áreas podem se aproximar de 100 a 150 metros, ou menos. Não costumam estar associados a desembocaduras de rios, onde a visibilidade é baixa e possui muita turbidez, estas duas variáveis parecem limitar sua distribuição.

Os golfinhos rotadores possuem hábitos alimentares preferenciais por peixes, podendo se alimentar também de lulas e camarões, sendo que para procurar seu alimento, podem realizar mergulhos a profundidades de até 300 metros. No arquipélago de Fernando de Noronha, estudos alimentares verificaram que este golfinho se alimenta de até 20 tipos de peixes.

O período de gestação deste golfinhos dura em média 10 meses, sendo que o cuidado parental com os filhotes permanece durante o primeiro e o segundo ano de idade. As fêmeas desta espécie possuem sua maturidade sexual quando possuem cerca de 4 a 7 anos, podendo gerar um filhote a cada três anos. Os machos possuem sua maturidade sexual um pouco mais tardia quando comparada com as fêmeas, quando possuem cerca de 7 a 10 anos de idade.



São golfinhos que podem realizar grandes deslocamentos, sendo que um estudo um estudo realizado com golfinhos marcados, verificaram que estes se deslocavam cerca de 12 a 275 milhas náuticas.

São conhecidos como golfinhos rotadores, pois possuem um comportamento em que realizam saltos de até 360°, no qual acredita-se que esta associado a comunicação entre indivíduos e grupo.

Referências:
Boris Culik (2010) Odontocetes. The toothed whales: “Stenella longirostris“. UNEP/CMS Secretariat, Bonn, Germany. http://www.cms.int/reports/small_cetaceans/index.htm

Ridgway, S. H.; Harrison, S. R. (1994) Handbook of Marine Mammals. Volume 5, The first book of Dolphins. Academic Press, pp. 416

Hammond PS, Bearzi G, Bjørge A, Forney K, Karczmarski L, Kasuya T, Perrin WF, Scott MD, Wang JY, Wells RS, Wilson B (2008) Stenella longirostris. In: IUCN 2009. IUCN Red List of Threatened Species. Version 2009.2. .

http://beheco.oxfordjournals.org/content/vol16/issue4/cover.dtl
http://www.nmfs.noaa.gov/pr/species/mammals/cetaceans/spinnerdolphin.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário