articulador 1

sábado, 10 de dezembro de 2016

Briófitas


As briófitas são todas as plantas avasculares (não possuem vasos condutores) de baixa estatura e que se localizam em ambientes úmidos e escuros, incluindo neste grupo, os musgos e plantas fixadas ao solo por meio de rizóides.

A reprodução dessas plantas pode ser assexuada, à custa de gemas ou propágulos, ou sexuada, já que as briófitas possuem dois órgãos reprodutores: anterídeo, que produz o gameta masculino anterozóide, e arquegônio, o qual produz o gameta feminino oosfera.

A água da chuva, ou mesmo o orvalho, leva os anterozóides de uma briófita ao arquegônio de outra, ocorrendo a fecundação. O zigoto sofre mitoses, originando um embrião que permanece no arquegônio. O embrião se desenvolve e forma um esporófito diplóide (2n), preso ao gametófito. Após a produção de esporos (que são responsáveis por outra planta) o esporófito morre e o gametófito permanece, por isso podemos dizer que a fase reprodutora é haplóide (n).

Esses tipos de plantas foram os primeiros a passar do meio aquático para o meio terrestre, por esse motivo, tais plantas possuem uma grande dependência de água líquida para a sua sobrevivência. Por esse motivo, as briófitas são conhecidas como “os anfíbios do reino vegetal”. Geralmente, tais plantas medem menos de 2 cm.
www.mundoeducacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário