cead20136

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Análise Orgânica Elementar



► Análise Orgânica Elementar


Os compostos orgânicos são geralmente combustíveis e os inorgânicos incombustíveis. Existem compostos orgânicos de combustão completa (C => CO2), compostos de combustão incompleta (C=> CO2 e C) e compostos que só queimam na presença de agentes oxidantes (CuO, CaO, KNO3).

Mas, primeiramente, que teste prévio poderíamos fazer, geralmente, para saber se o composto é orgânico ou inorgânico?

É simples, podemos fazer o teste da inflamabilidade. Afinal de contas os compostos orgânicos geralmente, são combustíveis e os inorgânicos incombustíveis.

Outro teste que também podemos presenciar se o composto é orgânico é através da transformação ou destruição dos compostos orgânicos em inorgânicos. Exemplo: Transformação do carbono, C (orgânico) em dióxido de carbono, CO2 (inorgânico).

Durante uma Análise Orgânica Elementar, é importante o aluno saber também um pouco sobre as transformações dos compostos inorgânicos, portanto, citaremos como exemplo, algumas das transformações ocorridas nos elementos: H, N, Cl e S.

- Hidrogênio é transformado em água (H2O);

- Nitrogênio é transformado em gás nitrogênio (N2) ou amônia (NH3);

- Cloro é transformado (dependendo do meio) em Cloreto de Prata (AgCl) e/ou Cloreto de Sódio (NaCl)

- Enxofre é transformado em sulfetos ou sulfatos (SO4)

Para se determinar a presença de carbono e hidrogênio em uma amostra de álcool, utiliza-se dos seguintes métodos:


Para determinação da presença de Carbono (C)

1- Coloque uma pequena amostra de álcool (3 ml) em uma cápsula de porcelana;

2- Molhe as paredes internas de um funil de vidro com água de barita. Atenção: Não agite o frasco com solução de barita.

3- Inflame a amostra e emborque o funil sobre a cápsula, sem tampar completamente a cápsula;

4- Aguarde uns 20 segundos e observe.


Para determinação da presença de Hidrogênio (H)

1- Prepare um funil seco e limpo assim: vede a conexão da haste com a superfície cônica com um pequeno chumaço de algodão onde há alguns cristais de CuSO4 anidro (branco);

2- Inflame outra amostra de álcool (3 ml) em uma cápsula de porcelana;

3- Emborque o funil já preparado sobre a amostra sem deixar queimar o algodão e sem tampar completamente a cápsula;

4- Aguarde uns 15 segundos e observe.


Considerações quanto ao procedimento de determinação de Carbono (C) e Hidrogênio (H) em uma amostra de Álcool

É possível perceber no procedimento acima, que pelo desprendimento de CO2, ocorre nas maiorias das vezes reações com formações de carbonatos e pelo desprendimento de H2O ocorre na maioria das vezes (quando aplicamos o processo de condensação) a hidratação de substâncias anidras (sem água), notado nas maiorias das vezes pela mudança de coloração dessas substâncias.

Autoria: Renato Galafassi

Nenhum comentário:

Postar um comentário